Para o meu Amor...

Estou aqui
Movido por ti.
Do meu passado
Só trouxe o triste fado.
Aprendi com os meus erros
Fortaleceu-me a dor.

Sei que hoje continuaria
Acompanhado ou só,
Por esse mundo fora,
Em busca de mais terra e mar.
Apaixonado pelo sol e pelas estrelas.
Buscando na Terra o Infinito,
E nos céus a felicidade.

Se me deres as tuas mãos estarei contigo,
Deslumbrado por existir uma beleza assim,
Atónito, por te poder tocar e estar perto de ti.

És mil vezes mais do que eu mereço,
És uma dádiva dos céus surpreendente,
Cuja beleza ultrapassa qualquer sonho meu.

Deslumbras-me a cada instante,
Queria cantar a tua beleza
Desvendar-te nessa nudez,
Transportar-te ao Paraíso.

Venerar cada pedaço de ti
Amar-te terna e loucamente
Colar a minha boca aos teus lábios
E a cada poro da tua pele.
Sentir que me queres
Que também me amas
Que o suor da tua pele
É um convite para me confundir
Contigo, e te provocar,
Com o meu Amor, com a minha
Proximidade.

Sentir que confias em mim
que te abres
e minha alma nua recebes.
Que pensamos o mesmo…
quando eu entro em ti,
quando me sentes a vibrar,
entramos ambos em ti através de mim.
Que me amas, por tantas razões,
e te podes amar através do meu olhar de amor
e amar-me, redimindo-te de todos os teus pecados.

E sentimos o mesmo.
Quando dois movimentos
Se transformam num só.
E um único rasgo de prazer
Atravessa ambos os corpos
E um único pensamento
Atravessa ambas as mentes:
Tu…
Tu…

Somos
Dois olhares fundidos,
Mutuamente possuídos,
Num mundo que transborda Amor.